Dia 05/08/2009

O segundo encontro de formação de tutores municipais do Progestão visou o estudo do módulo I – Como articular a função social da escola com as especificidades e as demandas da comunidade? _ objetivou a sensibilização dos envolvidos para necessidade de discutir a função social da escola, buscando compreender as ligações existentes entre esta e as demandas da comunidade.

O estudo do referido módulo ocorreu no dia 05 de agosto de 2009 e teve como participantes as tutoras dos seguintes municípios: Angical, Barreiras, Baianópolis, Brejolândia, Catolândia, Cotegipe, Cristópolis, Mansidão, Santa Rita de Cássia, Riachão das Neves e Wanderley.

O encontro transcorreu conforme planejado, visando atender aos objetivos previstos, assim tivemos reflexões através de leitura de mensagens ( mãos dadas) e do livro “O Duende da Ponte – Autora: Patrícia Rae Wolff / Editora Brinque – Book” e aplicação de dinâmicas; apresentação do vídeo módulo I, explanação, aprofundamento e reflexão do módulo I do PROGESTÃO;  e oficinas para estudo dos capítulos do caderno de estudo e caderno de atividades; projeção do vídeo: Evolução das Tecnologias, socialização das oficinas e mensagem de encerramento (Tudo começa com um  ponto).

No momento de explanação, aprofundamento e reflexão do módulo I do PROGESTÃO iniciamos com o estudo da temática “A Escola e o Mundo Contemporâneo”, debruçamos-nos sobre a função social da escola, analisando seu papel na transmissão de conhecimentos, no desenvolvimento pleno da pessoa humana e na formação para a cidadania.  Atentamos para função social da escola no contexto social brasileiro, observando que no passado a escola atendia uma clientela reduzida e hoje vem sendo gradativamente modificada em função da expansão da escolaridade obrigatória para todas as crianças. Analisamos também o papel reservado à educação, considerando o estabelecido na Constituição Federal de 1988 e na Lei de Diretrizes e Bases da Educação de 1996.

Neste contexto, discutimos também sobre a Escola na Sociedade do Conhecimento, concentrado-nos nas principais características da educação e nas demandas acerca do papel da escola. Vimos que na era da informação a escola é chamada a oferecer respostas a novas exigências de educação: aprender a conhecer; aprender a fazer; aprender a convier e aprender a ser. Portanto, tudo isso requer da escola novas bases de convivências com as tecnologias da informação e em particular com o computador.

Procuramos refletir sobre Escola e Democracia, mostrando a íntima relação entre ambas. Destacamos a importância da democracia como valor e como processo. Ao mesmo tempo, tentamos diferenciar uma coisa da outra. Observamos também a presença dos princípios democráticos na constituição e na LDB, indicando articulação entre escola e a gestão democrática.

Refletindo sobre Escola e Comunidade, caracterizamos a escola como um espaço social onde todos aprendem, observando o quanto a articulação entre uma e outra contribui para uma gestão bem sucedida e para o sucesso escolar. Buscamos também identificar os problemas dificultadores na relação escola e comunidade, apontando mecanismos e estratégias de integração.

Enfim, discutimos Escola e Cultura, apontando a relação recíproca entre valores culturais da comunidade e da cultura escolar.

PONTOS POSITIVOS DO ENCONTRO.

– Acolhimento, onde foi possível compartilhar algumas experiências de trabalho e pessoal entre o grupo.

– Após a explanação do módulo I do Progestão foi proporcionado o contato direto com os cadernos de estudos e cadernos de atividades nas oficinas para estudo do módulo e dos vídeos. Este momento foi muito significativo, pois foi possível realização de várias orientações e esclarecimentos pertinentes ao trabalho do módulo I com os gestores cursistas.

– Diálogo aberto e troca de experiências entre tutores (as) e multiplicadora. Trabalho em equipe.

– Outro aspecto que foi abordado pelos tutores (as), refere-se à relevância do gestor na unidade escolar para a qualidade da educação e como essa formação continuada, sem retirá-los das suas atividades, pode contribuir para resultados êxitosos nas escolas. Além disso, o PROGESTÃO pode contribuir também para auxiliar as lideranças escolares a superar dificuldades da gestão escolar cotidiana.

PONTOS NEGATIVOS DO ENCONTRO.

Os tutores não realizaram a leitura do módulo, pois ainda não tinham recebido os mesmos.

AVALIAÇÃO DA RELAÇÃO COM OS TUTORES DA REGIÃO.

Positiva, pois foi possível o estabelecimento de laços profissionais significativos, bem como conhecer as condições de trabalho dos municípios.  Possibilitou também sistematizar algumas informações acerca da gestão escolar e o processo de organização do trabalho pedagógico que envolve os municípios que passaram a integrar ao programa.

AVALIAÇÃO DO ENVOLVIMENTO DOS TUTORES COM O PROGRAMA PROGESTÃO.

Todos (as) ficaram entusiasmados (as) quanto ao estudo de práticas de gestão democrática pela equipe gestora. Vale ressaltar, conforme apresentações realizadas pelos grupos, que todos demonstram conhecimento, clareza e domínio dos temas abordados.

Veja também:

    Deixe uma resposta

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s

    %d blogueiros gostam disto: